terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

O Herdeiro Mago


Começamos o Herdeiro Mago, o segundo volume de uma trilogia(Você não precisa ler o primeiro para entender, são personagens diferentes) pelo que me parece incrível, com Seph, o protagonista, numa festa em meio a seus amigos. Ele acidentalmente, depois de tomar uma bebida suspeita, coloca fogo no lugar e acaba matando uma de suas melhores amigas, a que era apaixonada por ele.
 O início da história é impressionante, um suspense pesado que se abate no leitor logo nos primeiros capítulos. Apesar do livro ser bem poupudo, valeu a pena todas as páginas que passei, mesmo com insistência nas partes monótonas, pois em sua maioria no Herdeiro Mago, a ação predomina e a tensão reina no que é uma combinação de aventura, magia e personagens, no mínimo, apaixonantes.
 Não é lá essas coisas, mas não posso dizer  é legal.
 Admito que houve partes em que fiquei: "Ahhh, quando isso acaba?" mas logo entrou em cena o que seria minha personagem favorita: Madisson, e encantou a história, um dos fatores foi essa fala tão típico que se tornou costume: " Venha, menino bruxo". Ela, por si só, me fez continuar a leitura que havia se tornado agradabilíssima, até o final, quando fechei o livro e pensei: " Não acredito que ainda não havia lido isso antes!" com um sorisso no rosto.
 Super recomendado. Bom para todos os gostos.

Sinopse: Seph McCauley, de dezesseis anos, passou os últimos três anos sendo expulso de várias escolas. Infelizmente, o problema não é a atitude dele, mas o rastro de acidentes mágicos – ultimamente, desastres – que o acompanham. Seph é um mago, órfão e não treinado, e agora que a única pessoa que poderia protegê-lo morreu, seus poderes estão crescendo e fugindo de seu controle.


Após causar um trágico incêndio em uma festa, Seph é mandado ao Porto Seguro, um internato para rapazes no litoral de Maine. A princípio, o Porto Seguro parece a resposta às preces de Seph. Gregory Leicester, o diretor, promete treinar Seph em magia e inicia-lo na ordem secreta dos magos. Mas o entusiasmo de Seph diminui rapidamente quando descobre que o treinamento tem um alto preço, e que Leicester planeja utilizar os poderes dos alunos em seus próprios planos misteriosos.
Neste livro situado no mesmo universo da emocionante fantasia “O Herdeiro Guerreiro”, todos guardam algum segredo: Jason Haley, um colega que foi alertado a manter distancia de Seph; Linda Downey, que conhecia os pais de Seph; o poderoso mago Leander Hastings o os guerreiros Jack Swift e Ellen Stephenson. Será que Seph terá forças para sobreviver a essa guerra de magos?

6 comentários:

  1. Ganhei o livro de Natal. É bem... chatinho. Ok, a autora foi criativa ao fugir de clichês de fantasia (principalmente os clichê de Harry Potter) e o início é bem bacana, mas a história desanda a partir da metade. Não recomendo.

    ResponderExcluir
  2. Parece interessante! *-* Mas a pessoinha ai em cima nao pareceu gostar muito, kkkk' Nao me deu muita curiosidade pra ler, porque magos pra mim nunca me satisfarão assim como Harry Potter fez (e mudou minha vida -s). Então eu não leria, mas a resenha ficou otima e se eu nao tivesse HP eu tenho certeza que daria uma chance! :D

    ResponderExcluir
  3. Não me chamou muito a atençaõ!!! XD

    ResponderExcluir
  4. Tem meme pra vc lá no blog!

    http://meumundoecolorido.blogspot.com/2011/02/selos-meme.html

    ResponderExcluir
  5. Primeiramente, obrigado por comentarem!

    Nanda: Sinta-se a vontade para ler, a história é bem leve, apesar da grande quantidade de páginas, e realmente, como disse o Daniel, foge de muitos clichês.
    Cah, vou lá ver o Meme, tá bem?

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei muito... alguns personagens tem suas histórias contadas no primeiro livro ( O Herdeiro Guerreiro ). Eu li esse primeiro e li O Herdeiro Guerreiro depois... Muito Interessante. Não desprezem a criatividade da autora.

    ResponderExcluir

Bem-vindo ao Sagas Marcantes!Espero que curta o blog e viaje no mundo das Sagas literárias!